People Analytics: o que é, aplicações e benefícios

Por
Tempo de Leitura: 3 minutos

A aplicação da tecnologia na área de Recursos Humanos (RH) resume o conceito de People Analytics. O termo traduz uma metodologia ou um processo que direciona o olhar analítico para as atividades de gestão de pessoas, utilizando softwares e soluções de automação para interpretar dados relevantes das pessoas de uma organização. 

Pense em uma sala cheia de documentos escritos à mão, organizados em escaninhos e gavetas em ordem alfabética, com os dados detalhados de todos os colaboradores que já passaram pela equipe de uma grande empresa. 

Se você precisar, em algum momento, entender qual é o padrão de idade e escolaridade desses funcionários, por exemplo, para uma ação específica de contratação na organização, a busca vai ser eterna e cansativa — para não dizer impossível e improdutiva.

As tecnologias voltadas para People Analytics tentam resolver esse tipo de demanda e muitas outras. A intenção é oferecer recursos rápidos e fáceis que ajudem os profissionais responsáveis pelos RH a encontrar informações relevantes e aplicar essas análises em ações cada vez mais efetivas para a satisfação dos colaboradores e os resultados das empresas.

Integrar dados com RH ajuda a atrair e reter talentos. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Pessoas como centro da organização

Fica cada vez mais evidente que não dá para gerar sucesso em uma organização sem o olhar focado em pessoas. Afinal, são elas que produzem, criam e entregam os resultados buscados pela empresa, e por isso precisam ser tratadas como peças fundamentais em qualquer segmento.

É a partir dessa premissa que o conceito de People Analytics funciona. Olhar para os colaboradores de forma relevante e individual é o que permite encontrar e destacar seu potencial particularmente e quando integrado a uma equipe. 

E a tecnologia pode ser uma grande aliada nesse desafio, contribuindo para criar operações mais efetivas e satisfatórias tanto para as empresas quanto para as pessoas que a compõem.

Isso vale não só para a manutenção de um bom ambiente interno de trabalho e colaboração em equipe, mas também para a atração dos talentos mais adequados à cultura da organização. 

Com métricas e indicadores bem coletados e avaliados, fica mais fácil identificar o perfil ideal de profissionais para trabalhar na empresa, tornando mais efetivos os processos de contratação.

Colocar as pessoas no centro é o primeiro passo. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Como usar soluções de People Analytics

O primeiro passo para começar a aplicar o conceito e as soluções de People Analytics é entender os desafios de RH que a empresa apresenta. Muito disso está conectado à cultura organizacional e como ela é disseminada entre os colaboradores. Começar avaliando o cenário, gerando análises a partir do diagnóstico geral da área, é um bom jeito de levantar prioridades.

Com uma visão completa dos desafios do setor, fica mais fácil e efetivo encontrar os produtos e os serviços mais indicados para adaptar a tecnologia ao universo da organização

Essas decisões passam por questionamentos e entendimentos como o porte da empresa, o perfil de profissionais que trabalham nela, as soluções já implementadas pelo RH, os resultados buscados por cada setor, entre diversos outros pontos que precisam ser avaliados.

A partir dessa análise, entram então as etapas mais comuns no processo de implantação e uso de ferramentas de People Analytics, como:

  • coleta de dados;
  • análise de indicadores;
  • planejamento de ações;
  • definição de metas e objetivos;
  • avaliação de resultados.

Cada etapa envolve elementos específicos e interações entre áreas, sempre com foco em gerar experiências melhores para os colaboradores e resultados melhores para a empresa. Sua complexidade e prazos de execução vão variar conforme o perfil da empresa e os objetivos definidos.

Benefícios de aplicar People Analytics

É sempre importante lembrar que aplicar People Analytics não é um processo finito. Analisar dados voltados às pessoas deve, então, se tornar parte da rotina das empresas, com objetivo de criar resultados relevantes e manter equipes especializadas e qualificadas

A tecnologia pode ser uma importante aliada tanto para diretores quanto para gestores, apoiando também no dia a dia de colaboradores de qualquer nível hierárquico, por meio da identificação de gaps em processos

Sabendo-se usar bem as informações disponíveis e possíveis de serem analisadas, as atividades tendem a ser otimizadas e entregues a partir do máximo potencial de quem está envolvido.

Com dados bem coletados e observados corretamente com soluções de People Analytics, é possível melhorar ainda o processo de atração e retenção de talentos, com mais efetividade na escolha dos melhores colaboradores de acordo com o perfil buscado pela empresa. 

Além disso, o aumento da produtividade é natural quando os dados são usados para melhorar a experiência dos colaboradores e, com isso, a satisfação deles no trabalho.

Encontrar a forma certa de analisar, interpretar e aplicar dados estruturados pode ser um dos segredos para a construção de empresas de sucesso. A estratégia de People Analytics é uma forma única de melhorar processos olhando para o presente e o futuro da organização.

Quer saber mais sobre a tecnologia aplicada a setores como o de RH? Confira nosso artigo sobre HRTechs! 

Fonte: Fia, Solides, Gupy.

Picture of Cubo

Cubo

Somos o Cubo Itaú, uma comunidade que, desde 2015, conecta as melhores soluções para construir grandes cases de inovação para o mercado. Ao lado de nossos idealizadores, Itaú Unibanco e Redpoint eventures, e de um seleto time de startups e corporates, conquistamos o selo de um dos mais relevantes hubs de fomento ao empreendedorismo tecnológico do mundo.

Autor